MJS Freelancer

MJS Freelancer

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

O Mar dos Açores!

DR

O mar dos Açores já foi tónica para esta coluna pelas mais diversas razões e em diferentes ocasiões. Hoje torna a ser o protagonista, não para receber elogios, mas sim como algo que nos preocupa grandemente. 
Agora que já é conhecida a equipa que, a par do presidente eleito pelos açorianos, Vasco Cordeiro, vai governar os Açores nos próximos quatro anos, há que alertar para alguns pontos que nos parecem importantes e pertinentes. 
Preocupa-nos que o sector do mar esteja agregado numa mega secretaria que vai ter a seu cargo sectores prioritários e fundamentais para o futuro dos Açores, falamos da Secretaria Regional dos Recursos Naturais que agrega  as políticas relativas à agricultura, ambiente e mar, quer no âmbito mais específico das pescas, quer no âmbito mais vasto de aproveitamento das potencialidades deste recurso natural que é o Mar dos Açores.
Por ocasião da campanha eleitoral, Vasco Cordeiro defendeu ser “fundamental” definir uma estratégia global para o mar dos Açores, avisando os que têm “sorrateiras intenções” de que os recursos existentes “não estão a saque”.
É fundamental definir uma estratégia global para o mar dos Açores e assumi-lo como um desígnio regional. Ora, isso implica, claramente uma consciência e lucidez plenas quanto à sua defesa. 
Não questionando as competências de quem foi eleito para tutelar estas temáticas, admiramo-nos contudo que, tendo sido o mar a bandeira de campanha eleitoral do Partido Socialista, tenham escolhido um homem da terra para o desempenho de tais funções. 
Resta-nos esperar e ver como vão ser organizadas as direcções regionais respectivas. Ao que se sabe vão ser extinguidas 3 direcções regionais e criadas a direcção regional das Obras Públicas, Tecnologia e Comunicações e a direcção regional dos Transportes, ambas na dependência do Secretário Regional do Turismo e Transportes, e a direcção regional das Pescas e a direcção regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, na tutela do Secretário Regional dos Recursos Naturais.
Vasco Cordeiro alterou a orgânica, com a redução prometida do número de departamentos do Governo, e promoveu uma  revolução nas caras do poder.
Resta esperar para ver quais as novas políticas a implementar, nomeadamente, e porque ao Faial é algo que diz muito e que faz a diferença, na área do mar e dos recursos marinhos. 


1 comentário:

Periquito Faial disse...

Bravo Vasquinho! Faial perde (tudo indica) uma Secretaria, uma Sub-Secretaria e uma Direcção Regional. "Melhor" era impossivel!!!