MJS Freelancer

MJS Freelancer

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Azores Trail

Voltamos a preencher esta coluna para falar da primeira edição do Azores Trail Run.
Se há umas semanas atrás enaltecemos a ideia de promover turismo aliado a ambiente e desporto, hoje reforçamos esse enaltecimento, uma vez que, depois do que assistimos no passado fim-de-semana, temos a certeza de que se tratou de um grande evento.
Não querendo desprestigiar todas as outras provas desportivas que se realizam na nossa ilha, sim porque temos eventos de grande qualidade, este Azores Trail Run superou todas as expectativas.
O leque de atletas que visitaram o Faial foi de se lhe tirar o chapéu. A quantidade de gente – de voluntários – que envolveu foi de se lhe tirar o chapéu. Ainda hoje lemos “os voluntários recebem-nos em todos os postos de abastecimento como heróis, mas os verdadeiros heróis já aterraram há muito na meta”.
Nestes últimos dias não se ouve falar de outra coisa a não ser de Trail, Trail, Trail. As redes sociais, sejam elas facebook, instagram ou twitter, estão cheias de referências a esta prova e à nossa ilha.
No final da prova a satisfação dos atletas era por demais evidente, tendo contribuído para isso a excelente organização que promoveu, para além das atividades desportivas uma série de atividades lúdicas e turísticas para que os visitantes pudessem usufruir da nossa ilha, e da ilha do Pico, em pleno.
Foi engraçado ver que, no dia em que antecipou a prova, os atletas estavam todos expectantes, apesar de já surpreendidos com alguns dos trilhos, e que, esses mesmos atletas, depois da prova, estavam literalmente estupefactos e reforçaram a vontade de voltar no próximo ano, como pode ler-se no blog de uma das atletas “Sim. Até já. Porque vou seguramente voltar. Para correr. Cheguei antes do pôr-do-sol, é certo… Vou voltar também para petiscar no café delicioso junto à Praia do Norte. Para conhecer o que ficou por conhecer. Para rever o que tanto gostei.”
Depois de tudo isto, esperamos que as entidades oficiais se capacitem de que este tipo de iniciativas são proveitosas para todos. Para as próprias entidades que, apesar do investimento, acabam por ver o retorno rapidamente.
São positivas para a economia local que foi “abanada” por estas duas centenas de pessoas que cá vieram. Positivas para a organização que viu o seu trabalho reconhecido e, acima de tudo, positivas para o Faial que foi projectado no mundo.
A organização já está a planear a edição de 2015. Ora aí estão boas notícias!


30 maio 2014

Sem comentários: