MJS Freelancer

MJS Freelancer

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Carnaval na Graciosa

Este Carnaval foi deveras diferente.
Fui parar à Graciosa e, para além da alegria contagiante do Carnaval daquelas gentes, tive ainda oportunidade de explorar a ilha.
Pequena, pacata, com quatro mil e poucos habitantes, a Graciosa tem quatro freguesias: Santa Cruz, Guadalupe, Luz e Praia.
Fiquei em Santa Cruz, a vila principal, e a primeira impressão foi logo de uma peculiar movimentação na sua Praça, por sinal, a maior dos Açores. Os mais velhos conversavam sentados nos bancos da mesma, abrigados pelos enormes metrossidos e os mais novos corriam, dando largas à folia própria da idade.
Em frente um lago artificial, que peca apenas pelo mau cheiro que dali advém derivado aos patos e ao lodo que se instala no fundo.
Passeei junto ao mar, e a vista de São Jorge, Pico, Terceira e Faial é magestosa!
O Farol do Carapacho enceta em si próprio uma magia inexplicável. Olhar pelas ravinas e ver o mar a bater na rocha é algo único desta nossa condição de ilhéu, mas deveras vincado nesta terra...


O Ilhéu do Carapacho












O Ilhéu da Baleia foi outro que me deixou estupefacta. O que o poder da lava faz!















A Caldeira é muito diferente da nossa, mas particular. Encerra em si a furna do enxofre e, diga-se em abono da verdade, vale mesmo a pena descer os 184 degraus para ver o que existe lá debaixo. Estalactites ornamentam o tecto da pequena "caverna" onde o cheiro a enxofre não consegue ser superado pela vista soberba de toda aquela natureza. Em tempos, salvo erro 1992, como nos explicou o guia, era permitido andar de barco dentro da mesma, mas um acidente do qual resultaram duas vitimas mortais deram esses passeios por extintos.















Depois o Carnaval... ai o Carnaval... já não me divertia tanto não sei há quanto tempo!
Gente animada, acolhedora e, sobretudo, que nunca baixa os braços e dança até o sol nascer.
Tradições a manter sem dúvida. Cada localidade tem um clube ou sociedade, e cada um deles tem o seu grupo que anima os bailes. Quase todos os clubes foram os grupos das fantasias que "saem" à rua para se mostrar como se brinca ao Carnaval! Domingo é dia de desfilarem todos no Pavilhão Municipal.















Em suma, adorei.
Vim para o Faial com a vontade de lá voltar. Nem que seja para rever os amigos que lá fiz.

2 comentários:

geocrusoe disse...

andaste pela graciosa nestes dias? não sabia

Mar de Bem disse...

Há 1 ano atrás estive no pré-carnaval da Graciosa. Uma loucura! E era o pré-carnaval!!!

Aquilo que mais me impressionou foram as "MODAS de VIOLA". Julguei entrar num filme de Fellini. Estupefacta fiquei, olhando aquelas senhoras d'antanho, rasando os pés ao ritmo do som das violas... o cheiro intenso a naftalina... uma coisa d'outro mundo! Só visto!!!
E tudo ao ritmo de quem tem todo o tempo do mundo, para arrastar os pés naquele salão. Felliniano, sem dúvida!

Em contrapartida, todos as outras colectividades já se esmeram nos seus bailes, numa competição desenfreada para cativar os mirones passantes.
E é um rodopio!!!