MJS Freelancer

MJS Freelancer

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Teimam em bater palmas quando o avião aterra...



O facto de vivermos nas ilhas implica que para grandes deslocações tenhamos que apanhar o avião.
Lembro-me das primeiras vezes que andei no ar, que era uma adrenalina que começava já na noite anterior. Chegar ao aeroporto era uma alegria e depois de estar sentada no avião, ah isso não se fala... Pensar em chegar ao destino e ver os amigos e familiares era algo mágico... mas tinha eu uns 5 anos...
Ainda me recordo que, numa dessas primeiras viagens, as pessoas batiam palmas efusivamente quando o avião aterrava. Não percebia bem porquê?! Mas lá está... era uma criança...
Agora, o que eu continuo sem perceber, é porquê isso hoje em dia ainda acontece?
Sinceramente?!?!
Vou contar o que se passou hoje...
Sai da Horta rumo à Graciosa mas, como vivemos nas "ilhas de baixo" estou presa na Terceira, de onde escrevo este post, das 11h30 às 16h00... e como tempo não me falta...
Já na Horta o aeroporto estava "infestado" de "moscas de verão", mas daqueles da terceira idade e continentais.
Desculpem-me lá, não tenho nada contra pessoas mais velhas - aliás, respeito-as muito - nem contra pessoas do Continente, da China, de Angola ou sejá lá de onde for - mas estas pessoas que viajam em grupo e com estas características são pessoas muito mal educadas.
Na fila do check-in só se ouvia a Guia do Grupo aos gritos a berrar por toda a gente. Meu Deus... cadê o bom senso? Isto é um insulto a quem está a desempenhar as suas funções. As meninas da Sata estavam perplexas com tudo isto. É de conhecimento geral, vai viajar, prepara a identificação. Não cabe na cabeça de ninguém estar um guia aos berros a pedir os BI's.
À descida para a sala de embarque pareciam corredores da maratona. Não vá a sala sair do lugar...
Pior ainda, querem levar mil e um sacos na bagagem de mão e não aceitam as justificações do pessoal da segurança.
Hoje vi idosos extremamente mal educados, a responderem mal e porcamente às pessoas que até estavam de sorriso posto a fazer a vistoria aos passageiros.
Isto não pode ser? e depois queixam-se de que os funcionários são mal-educados?
Era o que apetecia, mandá-los para outro lado. Sinceramente.
Mas, à frente... chamada para embarque. Tudo em fila, começam os velhotes a passar à frente... passa um, passam dois, três e por ai adiante. Os restantes passageiros trocam olhares estupefactos mas lá vão dando o desconto...
Dentro do avião, a mesma coisa... chamam as hospedeiras por tudo e por nada, falam alto da frente para a traseira do avião e os outros que se lixem.
Como se não bastasse... o tempo tá óptimo, não há "pisca" de vento, como se diz por cá. O avião chega ao destino e aterra suavemente e as criaturas... plac plac plac toca de bater palmas e assobiar.
Poupem-me! Isto não é de gente doida?!

1 comentário:

susanafmbotelho disse...

Boa noite,

Decidi comentar este post pelo facto de ser segurança aeroportário e me deparar, diariamente, com pessoas mal educadas, que demonstram e têm atitudes nada dignas para com pessoas que apenas estão a desempenhar das suas funções. APENAS fazemos com que as leis em vigor sejam cumpridas. Nós não as inventamos.